caatinga-dodesign-s

BrasilEnglish
Apresentação
A Caatinga e o Cerrado surpreendem com suas paisagens, grande variedade de fauna, flora, recursos hídricos e uma enorme diversidade sociocultural. Apesar, dos inúmeros desafios, as pessoas desses biomas têm interagido com suas dificuldades de uma forma cada vez mais proativa. Essa é uma realidade que pode ser demonstrada em números e pelo crescimento e sustentabilidade de empreendimentos que hoje atuam no mercado interno e externo, largando o estigma da desarticulação e da pobreza para se tornarem comunidades saudáveis, tendo como diferencial de mercado a relação respeitosa com a natureza e com o conhecimento tradicional.
» Saiba mais
Novidades por email

Cadastre seu email abaixo
para receber os novos textos
publicados no site:

19.07.11

II Oficina de Construção de Diretrizes Técnicas para Adoção de Boas Práticas de Manejo para a Palmeira Licuri

Dias 10 e 11 de agosto de 2011 – Paulo Afonso/BA

Como resultado da articulação e parceria interministerial entre o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento através da Coordenação de Agroecologia e o Ministério do Meio Ambiente e sua Diretoria de Extrativismo, no período de 27 a 28 de janeiro de 2011, em Brasília/DF, foi realizada a I Oficina de Trabalho com objetivo principal de discutir e consolidar diretrizes e recomendações técnicas de boas práticas de manejo para a palmeira Syagrus coronata (licuri ou ouricuri).

Esta proposta de diretrizes e recomendações técnicas para boas práticas de manejo da palmeira licuri não foi finalizada e consensuada, visto que o uso dos subprodutos desta palmeira é diverso tanto em termos de prática extrativista como em especificidades de regiões de ocorrência, ficando agendada uma II Oficina no município de Paulo Afonso/BA, mantendo os seguintes objetivos:

Geral:

  • Contribuir para o protocolo de diretrizes e recomendações técnicas de boas práticas de manejo da espécie, permeado por princípios de sustentabilidade, em que se assegurem a geração de renda, a melhoria da qualidade de vida das populações locais e a conservação dos recursos naturais.

Específicos:

  • Promover a discussão dos requisitos técnicos que orientem as diferentes etapas do manejo florestal da espécie;
  • Descrever, de forma consensual e em consonância com as diversas abordagens de cada grupo de extrativistas participantes, os requisitos técnicos que orientem as diferentes etapas do manejo florestal da espécie;
  • Consolidar as diretrizes técnicas e recomendações para o manejo da espécie;
  • Validar as diretrizes técnicas e recomendações para o manejo da espécie.

Neste sentido a AGENDHA, a ECO e a UNEB se juntam ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento através da Coordenação de Agroecologia e o Ministério do Meio Ambiente e sua Diretoria de Extrativismo, para fazerem a articulação desta II Oficina, a ocorrer em Paulo Afonso/BA, nos dias 10 e 11 de agosto de 2011, tendo como instrumento de trabalho o DOCUMENTO BASE: PROPOSTA DE DIRETRIZES E RECOMENDAÇÕES TÉCNICAS PARA BOAS PRÁTICAS DE MANEJO DA PALMEIRA LICURI (Syagrus coronata), Versão 2.1. Resultado da oficina de trabalho realizada nos dias 27 e 28/01/11.

Para mais informações, gentileza entrar em contato:

Coordenadoria de Agroextrativismo/DEX/SEDR/MMA

Fábio Chicuta Franco

Tel. (61) 2028-1639

AGENDHA: (75) 3281 5370 ou 3281 0139

Valda:valda.aroucha@gmail.com

ECO: (81) 9788 3715

Kilma: kilmamanso@gmail.com

Encontre empreendimentos e comunidades
São apoiadores desta inciativa:DEDKASIICAISPNUnião EuropéiaAgendha
GTZCooperação Brasil-AlemanhaCodevasfMinistério da Integração NacionalMinistério do Desenvolvimento AgrárioMinistério do Meio AmbienteBrasil - Governo Federal
DoDesign-s Design & Marketing