cerrado-dodesign-s

BrasilEnglish
Apresentação
A Caatinga e o Cerrado surpreendem com suas paisagens, grande variedade de fauna, flora, recursos hídricos e uma enorme diversidade sociocultural. Apesar, dos inúmeros desafios, as pessoas desses biomas têm interagido com suas dificuldades de uma forma cada vez mais proativa. Essa é uma realidade que pode ser demonstrada em números e pelo crescimento e sustentabilidade de empreendimentos que hoje atuam no mercado interno e externo, largando o estigma da desarticulação e da pobreza para se tornarem comunidades saudáveis, tendo como diferencial de mercado a relação respeitosa com a natureza e com o conhecimento tradicional.
» Saiba mais
Novidades por email

Cadastre seu email abaixo
para receber os novos textos
publicados no site:

AMRSMACAUBA

macauba

AMRSMACAUBA

AMRSMACAUBA
Associação de Mulheres Rurais do Sítio Macauba

CNPJ: 41.340.191/0001-18

Endereço:
PI 140 km 11

Telefone:
(88) 99269422 OU (88) 99512590 (88)9283 1990

E-mail institucional:
assmulheresbabacu@yahoo.com.br
tessonpb@yahoo.com.br

Representante Legal:
Maria Sargilda de Sousa

A Associação das Mulheres do Sítio Macaúba foi fundada no mês de março do ano de 1991 por um grupo de mulheres que sentiram a necessidade de reivindicarem seus direitos, sendo que até hoje vem sendo mantida por elas e muitas outras novas associadas que juntas buscam seus direitos e procuram cumprir seus deveres.

Na localidade existem aproximadamente trezentas famílias sendo que oitenta famílias são associadas e trinta já fazem parte diretamente do beneficiamento do babaçu.

Nossa associação vem a cada ano tentando e buscando ganhar conhecimentos para melhorar a venda dos produtos feitos por nossas associadas com o objetivo de ajudar as famílias na renda mensal, ou seja, ter uma melhor qualidade de vida e também ser conhecedora e respeitadora da nossa principal aliada, a natureza. Para esse fim temos o apoio de vários projetos como: GEF Caatinga, Fundação Araripe, Mussambê, IBAMA, Ministério do Meio Ambiente – MMA, União das Associações de Barbalha – UNAB, etc.

A comunidade de Macauba merece destaque na atividade extrativista a coleta do Babaçu, fruto típico corresponde à principal fonte de geração de renda de muitas famílias na época da colheita. De uma maneira geral, cada família e/ou indivíduo envolvido no processo do extrativismo do Babaçu adotam praticamente o mesmo procedimento com relação ao destino da colheita. Dessa forma, uma parte da produção é destinada ao consumo próprio, e finalmente a terceira parte é transformada em óleo.

Produtos

Óleo de Babaçu embalado em litro

Volume de Produção anual: 300 litros de óleo de babaçu com capacidade para 2000 litros

Encontre empreendimentos e comunidades
São apoiadores desta inciativa:DEDKASIICAISPNUnião EuropéiaAgendha
GTZCooperação Brasil-AlemanhaCodevasfMinistério da Integração NacionalMinistério do Desenvolvimento AgrárioMinistério do Meio AmbienteBrasil - Governo Federal
DoDesign-s Design & Marketing